Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

RUÍDO DO TRÂNSITO URBANO PODE PROVOCAR PROBLEMAS DE COMPORTAMENTO NA INFÂNCIA

Mäyjo, 29.05.17

Tráfego de veículos durante o dia em grande cidade brasileira.

Um novo estudo dinamarquês relaciona a exposição ao ruído do trânsito urbano a problemas de comportamento na infância, especialmente a hiperactividade ou a falta de concentração.

 

Estudos anteriores haviam já relacionado os problemas da poluição sonora com problemas de saúde na idade adulta, nomeadamente alterações de humor e ansiedade. Este novo estudo, publicado na revista científica Environmental Health Perspectives, vem agora provar que o ruído do trânsito urbano também afecta as crianças, especialmente durante as etapas mais sensíveis do seu desenvolvimento.

Na nova investigação, os cientistas quiseram averiguar se a exposição ao ruído do trânsito urbano estava associado com problemas comportamentais em crianças com sete anos. Para tal contou-se com a participação de 46.940 crianças dinamarquesas com sete anos, tendo sido reunido todo o seu historial clínico desde o nascimento à idade em questão. As questões comportamentais foram depois avaliadas através da observação e de um questionário aos pais das crianças.

“Descobrimos que uma exposição média superior de 10 decibéis ao ruído do tráfego rodoviário desde o nascimento até aos sete anos está associada a uma probabilidade 7% maior de vir a desenvolver problemas comportamentais. Verificou-se ainda um aumento de 5% e 9% na probabilidade de desenvolver hiperactividade e falta de atenção, respectivamente, e um aumento de 5% dos comportamentos anormais e 6% nas relações com os outros”, explica Jordi Sunyer, investigador que participou no estudo, à agência SINC.

Foto:  Laeti Imagens / Creative Commons

OSLO VAI PROIBIR CARROS NO CENTRO ATÉ 2020

Mäyjo, 04.01.16

oslo_SAPO

A cidade de Oslo, na Noruega, está a preparar a mais agressiva legislação anticarros do mundo, que a levará a proibir os automóveis de circularem no seu centro até 2020. “Queremos um centro sem carros”, explicou aos jornalistas Lan Marie Berg, negociadora do Partido Verde norueguês para este assunto.

Segundo o Autoblog, este plano é aceite pelos três principais partidos da câmara de Oslo – os verdes, trabalhistas e socialistas – e transformará a cidade na primeira a banir permanentemente os carros do seu centro, uma medida que tem sido tomada, em alguns dias e horas, por algumas cidades da Europa e Estados Unidos.

Com menos carros para transportar pessoas, os governantes querem encontrar formas alternativas de movimentar os cidadãos. Está prevista a construção de mais de 55 quilómetros de ciclovias até 2019, assim como a extensão da infraestrutura de transportes públicos da capital norueguesa.

Os elétricos, autocarros e outros veículos de transporte de pessoas continuarão a poder frequentar o centro da cidade, assim como carros conduzidos por pessoas com deficiência.

A capital pretende também tornar-se num paraíso para os carros elétricos que, na verdade, já circulam em números muito interessantes. O facto de a maioria da população proprietária de carros viver na área da Grande Oslo e, paralelamente, esta distar poucos quilómetros do centro da cidade, tem levado vários noruegueses a comprar um veículo elétrico.

A nível nacional, foi feita uma proposta para que, até 2025, perto de 100% dos novos carros vendidos serem elétricos. A proposta faz parte do plano para cortar as emissões de gases com efeito de estufa em 40%, nos próximos quinze anos, em relação aos dados de 1990.

Foto: Nicolò Lazzati / Creative Commons

SEMÁFOROS DO FUTURO VÃO PREVER E REAGIR AO TRÁFEGO EM TEMPO REAL

Mäyjo, 26.12.15

Semáforos do futuro vão prever e reagir ao tráfego em tempo real

Os semáforos não têm mudado muito ao longo dos anos: foram-lhes adicionados câmaras de vigilância e sensores de velocidade, mas o conceito básico continua a ser o mesmo. Contudo, engenheiros norte-americanos estão a desenvolver nova tecnologia para os semáforos que poderá mudar no futuro a maneira como conduzimos.

Num futuro não muito distante, os semáforos vão conseguir gerir o trânsito através da previsão do comportamento do condutor e da reacção instantânea aos padrões de trânsito, fazendo com que o tráfego seja mais fluído e as emissões de CO2 possam ser reduzidas.

No Utah, Estados Unidos, por exemplo, os gestores de tráfego conseguem já ajustar os semáforos em tempo real devido a um sistema composto por uma rede de câmaras de circuito fechado ligada a uma rede de fibra óptica. Este sistema permite aos gestores ajustar os sinais luminosos em menos de 30 segundos para que possam reagir às necessidades do trânsito.

De acordo com várias estatísticas, o retorno do investimento em sinalização luminosa é pago numa proporção de 40 para 1, algo que não se verifica em outras estratégias de gestão de tráfego, como a construção de novas estradas, escreve o Inhabitat.

Investigadores da Carnegie Mellon University, em Nova Jérsia, estão a desenvolver um sistema de gestão de tráfego semelhante ao já existente no Utah, mas mais barato e simples. A equipa de engenheiros encarregue pelo desenvolvimento do novo sistema tem estado a testar nova tecnologia nos últimos anos e concluíram que com o novo sistema, os tempos de viajem demoram menos 25% e o período em que os carros estão parados no trânsito diminuiu 40%. Tal, alia-se a uma redução de 20% das emissões dos gases com efeito estufa.

No MIT, uma outra equipa está a investigar um outro sistema que consegue prever como os condutores reagem durante o trânsito e permite às cidades priorizarem o trânsito consoante as diferentes necessidades.

Foto: Horia Varlan / Creative Commons

MILÃO É A CIDADE EUROPEIA COM PIOR TRÂNSITO

Mäyjo, 25.06.15

As cidades com o pior trânsito

A organização de dados de tráfego Inrix utilizou dados de arquivo para criar um ranking com as piores cidades e com os piores países a nível de congestionamentos de trânsito. Entre todas as grandes cidades da Europa e dos Estados Unidos, Milão, em Itália, é a cidade com o prior trânsito, seguida de Bruxelas e Antuérpia, na Bélgica.

De acordo com o novo ranking, os condutores de Milão perdem cerca de 57 horas por ano no trânsito. Porém, são os condutores de Londres que passam mais tempo por ano nos congestionamentos, cerca de 83,4 horas. Ainda assim, a capital britânica não é a cidade com os piores congestionamentos de trânsito.

Para elaborar o ranking, a Inrix utilizou uma fórmula que inclui a comparação da velocidade de fluxos livres de trânsito em segmentos específicos de estradas com as velocidades de tráfego em tempo real registadas durante as horas de ponta. As horas desperdiçadas no trânsito foram calculadas com base no tempo passado no trânsito por comparação com as distâncias médias percorridas e o número médio de viagens realizadas por ano, refere o Daily Mail.

A Inrix concluiu ainda que o trânsito aumentou em 2013, mesmo nas cidades onde apresentava decréscimos contínuos. Também os congestionamentos aumentaram em seis dos 15 países analisados: Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda, Suíça, Luxemburgo e Itália. A nível global, na Europa, os congestionamentos aumentaram pela primeira vez em dois anos.

 

As cidades europeias e norte-americanas com os piores congestionamentos de tráfego:

  1. Milão, Itália
  2. Bruxelas, Bélgica
  3. Antuérpia, Bélgica
  4. Honolulu, Estados Unidos
  5. Los Angeles, Estados Unidos
  6. Londres, Reino Unido
  7. São Francisco, Estados Unidos
  8. Manchester, Reino Unido
  9. Paris, França
  10. Roterdão, Países Baixos
  11. Austin, Estados Unidos
  12. Nottinghamshire, Reino Unido
  13. Ghent, Bélgica
  14. Montreal, Canadá
  15. Liverpool, Reino Unido
  16. Nova Iorque, Estados Unidos
  17. Bridgeport, Estados Unidos
  18. Estugarda, Alemanha
  19. Birmingham, Reino Unido
  20. San Jose, Estados Unidos

BRASIL: ONDE SE PERDE MAIS TEMPO PARADO NO TRÂNSITO?

Mäyjo, 10.04.15

As cidades brasileiras com mais trânsito

Foto: Luci Correia / Raul / Rodrigo Soldon / Rodrigo Suriani / Patricia Oliveira / Moisés Silva Lima / Pedro Belleza / Hianna . / Jorge from Brazil / Creative Commons